O dia em que o Governo não caiu

14.11.14

Pessoas detidas são 11. Presidente do Instituto de Registos e Notariado. Director-Geral do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. Secretária-Geral do Ministério da Justiça. Buscas no Ministério do Ambiente. Buscas no escritório de Luis Marques Mendes, Ana Luisa Figueiredo, Miguel Macedo e Jaime Couto Alves Gomes, uma empresa de consultoria e gestão.

Marques Mendes é dirigente do PSD e foi recentemente nomeado Presidente do Conselho Consultivo da Unidade Local de Saúde do Alto Minho, E.P.E., pelo Ministro Paulo Macedo (Despacho n.º 13477/2014).

Miguel Macedo é Ministro da Administração Interna e reconduziu Manuel Palos, nomeado por António Costa, para Director-Geral do SEF.

Albertina Gonçalves é Secretária Geral do Ministério do Ambiente e sócia de Miguel Macedo numa sociedade de advogados.

Ana Luísa Figueiredo é filha do presidente do IRN tem uma empresa chamada Golden Vista Europe e é sócia, noutra empresa de Marques Mendes e Miguel Macedo.

Paula Teixeira da Cruz, Ministra da Justiça tinha já dado garantias à Procuradoria Geral da República de ter afastado as pessoas eventualmente ligadas a quaisquer suspeitas.

Estamos a falar de corrupção de Estado. Ao mesmo tempo que altos representantes se exaltam com a corrupção noutros países, os ministérios do Governo de Portugal estão a ser objectos de buscas e representantes estão a ser detidos.

Entretanto: o BES invoca sigilo bancário e recusa documentos ao parlamento. O Primeiro-Ministro invoca sigilo bancário e não permite qualquer investigação no caso Tecnoforma. Isto quando a lei obriga ao levantamento do sigilo bancário de qualquer cidadão que peça apoio judiciário, prestações sociais como subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego ou rendimento social de inserção para sobreviver.

Entretanto: no caso BPN são absolvidos arguidos.

Entretanto: o Presidente da República condecora Zeinal Bava, suspeito de corrupção e tráfico de influências na PT. A campanha de Cavaco teve como principais donatários a família Espírito Santo.

Entretanto: privatiza-se a TAP.

24 horas de Governo de Portugal. E neste dia o Governo não caiu. Ninguém se demitiu. Nenhuma entidade pediu responsabilidades. O Presidente da República não dissolveu a Assembleia da República.

O Primeiro-Ministro continua a ser Passos Coelho. O Ministro da Economia ainda é Pires de Lima. O Vice Primeiro-Ministro ainda é Paulo Portas. A Ministra da Justiça ainda é Paula Teixeira da Cruz. O Ministro da Saúde ainda é Paulo Macedo. E por aí fora.

Relacionados

  1. Anónimo14/11/14

    Um bando de criminosos filhos da puta!

    A.Silva

    ResponderEliminar
  2. Isto só lá vai quando formos todos funcionários públicos sem propriedade privada, sem sigilo bancário e sem tentalções qie não sejam as recomendadas no código da boa conduta cidadã.
    Enquanto houver gente a ter que fazer pela vida, o escândalo es+reita... dizem-me que sacar dinheiro aos corruptos da China e de Angola é o que está a dar.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14/11/14

    Muito, muito fraco lol

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14/11/14

    Portanto os escritórios de advogados aqui mencionados que dão guarida aos corruptos são tudo empresas publicas?

    Este José dá cada pinote !

    Ou será que essa corja de larápios vieram todos do setor privado "governar a vidinha" à custa do erário publico ?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15/11/14

    Ah essa solene comoção e enternecimento manifestada pelo jose/JgMenos a respeito dos não funcionários públicos, da propriedade privada, do sigilo bancário e da ausência de qualquer obstáculo à vilania corrupta dos seus e das suas .

    Coitados.

    Adivinha-se a solidariedade do jose, por aqueles membros governamentais ("altos funcionários do estado " dizem eufemisticamente, esquecendo que esta é a face dos boys e dos bois, da clientela e dos mafiosos da direita e da extrema direita).

    Afinal ,nas doutas palavras piegas de alguém, apenas estão a "fazer pela vida" ( lembram-se dos vómitos de ódio do jose por aqueles que fazem pela vida à custa do seu trabalho e do seu suor?)

    E num esforço desesperado, num derradeiro esforço para esconder a trampa que atinge agora já a flor dos seus olhos e a sua corda ideológica sensível , o paulo portas, eis que o dito cujo atira contra os "corruptos de angola e da China."

    Confessemos que só um traste solidário com estes trastes poderia utilizar tal paleio sofredor e de comiseração pelos seus corruptos governantes. Com uma viagenzita até Angola e China só para não se ver mais um submarino ao fundo . Ou para não se sentir o cheiro nauseabundo do capitalismo podre e sem remissão

    De

    ResponderEliminar