- Ó André, já chega de falar na barbearia, não?

André Albuquerque 4.3.15
A Figaro's continua aberta, os ginásios e spas só para mulheres também. A primeira, nas condições em que está aberta, devia fechar, os segundos, devem continuar abertos. E porquê? Já muita gente explicou, mas muita gente continua a não querer entender. Repito resumidamente: a Figaro's impede a entrada e/ou permanência física de mulheres no seu estabelecimento, os ginásios e spas exclusivos para mulheres, simplesmente não prestam serviços a homens, mas não os impedem de estar no estabelecimento.

- Ó André, mas há zonas exclusivas para mulheres nesses sítios, onde os homens não podem entrar.
- Ó Leitor(a), assim como num spa onde tu estejas a receber uma massagem e onde, durante o tempo dessa massagem, mais nenhum cliente, homem ou mulher, pode entrar. Assim como há estabelecimentos onde é preciso ser sócio para frequentar zonas exclusivas. Assim como, às vezes, há restaurantes que fecham para outros clientes porque há jantares privados nesse dia.

E se for: «proibida a entrada a pretos»?

Lúcia Gomes 25.2.15
Agora que já tenho a vossa atenção, gostaria de dizer duas ou três coisas sobre o assunto. A primeira vez que ouvi falar de uma barbearia que só atendia homens e cães pensei «ok, tá fixe». Mas a chave estava aqui: atendia.

Ao ler textos de gente despreocupada que escreve sobre moda e de repente usa o termo neomachista porque ficou de fora de um símbolo da cultura pop e não pode ir cortar o cabelo não sei bem onde acabei por não perceber exactamente do que se tratava.