Mostrar mensagens com a etiqueta CTT. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta CTT. Mostrar todas as mensagens

Dá um coice na gestão privada

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

O postal dos correios enviado pelo PS

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

A fórmula é sempre a mesma: quando os números das receitas geradas não correspondem às ambições de patrões ou accionistas, a solução passa inevitavelmente por mandar uns quantos trabalhadores para a rua. Às vezes despedem-se dezenas, outras centenas, como é o caso concreto de que aqui se trata, e para os que ficam a certeza de cortes, congelamento de progressões e de salários. Deve haver algum problema com a formação sempre muito bem paga dos CEO’s ou gestores deste país, ou de outro qualquer, sempre saídos de eminentíssimas academias nacionais e internacionais, porque por mais habilitações, graduações ou anos de experiência acumulada que apresentem a sua fórmula "mágica" é sempre a mesma: há problema? Então despede-se!

A hipocrisia do Lacerda, resposta a uma carta

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Senhor Francisco Lacerda,

Recebi a sua missiva, sem data, há alguns dias atrás. Já antes tinha visto, e continuo a ver, os anúncios na televisão. O único adjectivo que me ocorre para classifica-la é hipócrita. Hipócrita a todos os títulos.

Lacerda, você começa por dizer “estamos cada vez mais presentes” e, não lhe bastando afirmar semelhante falsidade, ainda coloca a frase a negrito. Talvez o faça na vã tentativa de o negrito fazer esquecer as mais de 120 estações de correios encerradas nos últimos anos. Nenhum desses encerramentos foi recebido pelas populações afectadas com ânimo, bem pelo contrário. De norte a sul do país os testemunhos que nos foram dando as notícias eram os de gente apreensiva e preocupada – como receberiam agora as suas pensões? Como pagariam algumas contas? Como poderiam enviar uma carta ou uma encomenda?