Mostrar mensagens com a etiqueta Autor Convidado. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Autor Convidado. Mostrar todas as mensagens

Pedro M. Madeira Rolo Duarte

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

O Pedro Rolo Duarte foi militante da União dos Estudantes Comunistas. Tinha 13 anos, chumbou o ano por faltas e a Geninha Varela Gomes teve que aguentar a fúria da Maria João Rolo Duarte. Com toda a razão de mãe, a mãe do Pedro, por sinal nossa mãe, desfiava o sermão para a controleira do Pedro e gáudio do António, o mano velho e minha alegria chilreante. Ouvíamos escondidos e ríamos que nem uns perdidos porque o puto charila tinha sido apanhado e o que se adivinhava seria um castigo daqueles muito bons, reconfortantes para todos os irmãos que se querem irmãos embirrantes, irritantes, chatos como a potassa (expressão misteriosa, o que terá a potassa para a destratarem assim?). E não, o Pedro não foi castigado e aqui se percebe como a vida é injusta.

Brasil – Não existe pecado do lado de baixo do equador!

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Quando os colonizadores chegaram levavam consigo a moral hipócrita imposta por normas religiosas que vigoravam na Europa de então. Comportamentos que eram reprováveis à luz da moral de então na Europa mas que, nos trópicos, pela distância e condição dos povos colonizados, quase tudo se permitiam fazer.

Fruto ou não desse largo e marcante período histórico, a sociedade brasileira não só não conseguiu superar estas características negativas que alicerçam também a sua formação como nação, como as ampliou à gigantesca dimensão actual do país.

O Brasil vive hoje, a exemplo da maioria da América Latina, um processo de retrocesso político e comportamental.

Bóis e Tréquingue Póis

sábado, 3 de outubro de 2015


*Autora Convidada
Joana Manuel