O salto de Aleksei Leonov

sábado, 18 de março de 2017

Nas páginas da História dedicadas aos pequenos passo para uns mas grandes passos para a Humanidade, cumpre recordar um feito do projecto cosmonáutico soviético bem como de um dos seus Comandantes. Em 18 de Março de 1965, o Comandante Aleksei Leonov fez o primeiro passeio espacial, após sair de bordo da nave espacial Vostok 2, durante 12 minutos e 9 segundos, apenas ficando ligado à Vostok 2 por uma corrente de cerca 5 metros de cumprimento.

Aleksei Leonov fez parte do grupo de pilotos da Força Aérea Soviética que formou o primeiro grupo de cosmonautas soviéticos em 1960.

Após o seu regresso de órbita na Vostok 2, e com o sucesso alcançado, Aleksei participou ainda em diversos outros projectos, entre os quais estavam uma viagem circunlunar a bordo da nave Soyoz bem como atingir a Lua com a Lok/N1(ambos os projectos não se concretizaram, por riscos e inutilidade superveniente). Mais tarde, seria também Comandante da metade Soviética da missão Apolo-Soyus, a primeira missão espacial conjunta União Soviética-Estados Unidos.

Entre 1976 e 1982 Aleksei foi Comandante da equipa de Cosmonautas e Director-Adjunto do Centro de Treino de Cosmonautas Yuri Gagarin na Cidade das Estrelas. Foi director do jornal Neptuno.

Aleksei veio também a publicar diversos obras com trabalhos plásticos sobre a Terra e as tripulações que o acompanharam.

Primeira vez No próximo dia 12 de Abril estreará na Rússia o filme "Primeira vez", gravado em 3D, com realização de Dmitry Kiselyov e com o actor Yevgeny Mironov no papel de Aleksey Leonov. Um filme que pretenderá fazer a reconstituição possível da preparação da viagem, das suas dificuldades e desafios, mas que infelizmente não terá qualquer divulgação ou projecção por cá.

1 comentário:

  1. Demasiada subserviência à indústria cinematográfica norte-americana. Será que o caminho é outra revolução para depois vermos em pequenos salões de cinema tudo aquilo que andamos a perder durante anos a fio? Filmes russos, iranianos, chineses, argentinos... não passam. Filmes galardoados? Só os americanos.

    ResponderEliminar